Arquivo mensal: junho 2013

Presença sensível…

,

sinto a loucura se aproximar, me espreitar, como uma presença quase palpável…
Lembro-me, às vezes, da minha infância, parece-me que ela estava lá, minha amiga imaginária, companheira e
confidente. Desespero-me, o medo me toma e penso ‘como me salvar?’
Não creio que algum profissional possa dar jeito nisso. Minha loucura é matreira, quando um profissional
se aproxima, ela se afasta…
São em dias como esses… a loucura vem, de leve, me toma pelas mãos, brinca comigo… Tem momentos em que
faz companhia, tem momentos em que nem quero que ela vá embora.

(suspiros…)

...Um café da manhã caprichado: pão-de-queijo, resignação e café! Todos os dias…