Arquivo mensal: novembro 2012

Sem vocabulário

Estou cansada dos pontos que ganho e não são meus, não são merecidos, bem como dos que mereci e não recebi.
Tenho precisado me isolar. Já falei, esse mundo em que tudo já está pronto é muito pra mim.
Procuro no dicionário uma palavra que descreva essa situação, não a inventaram ou não fui capaz de
encontrá-la – provável até.
Às vezes, muitas vezes, o mundo é muito inalcançável, frustrante; eu, impotente.
E todos estão bem com isso, alguns parecem até dominar essa conjuntura… eu não.

Anúncios

De uma doença que nem sabia existir…

Estamos nos entregando, daquele jeito perigoso, sem pudor, sem medo, sem freios…
promessas de futuro… atmosfera de amor, pelo menos não nos juramos o amor eterno, ainda, ainda bem!
intrépidos demais, onde isso vai dar?? Espero que dê em algo… Algo!
Já decoramos nossos cheiros, estamos deixando marcas um no corpo do outro, corpos nem um pouco alheios. Ah, isso até que é gostoso. Temos mais é que acabar assim mesmo, morrer de amor!