Arquivo diário: 28 de julho de 2011

Sinta!

Quis ser honesta, jogar limpo, lhe disse o quão ardil eu podia ser; mas você, que não me escuta, preferiu ver.

Anúncios