Foi aqui

Um dia você foi o personagem principal dos mais belos diálogos que ensaiei, motivo de minha ânsia e espera, habitante de  minhas mais indecente memórias, causador do frio na espinha dorsal que me tirava de mim, lembrança quando devia me  concentrar, o personagem que ninguém mais será. Tanta espera, tanta espera, tanto preparo. Não me arrependo de nada disso, do tempo que perdi, do quanto me perdi. Você devia. Devia se arrepender por me perder. Você jamais figurará numa história como figurou na minha, e isso não é uma certeza, é uma verdade. Digo isso, embora não me arrependa de ter me retirado da mais bela vida que me deram, porém eu tenho ciência de onde foi que perdi. Estou lhe dando isso agora: foi aqui.

Anúncios

Publicado em 26 de julho de 2011, em Palavrear. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: